A visita começa na quinta-feira, em Ahmedabad, onde Johnson se reunirá com dirigentes de grandes empresas, naquela que será a primeira visita de um primeiro-ministro do Reino Unido ao estado de Gujarat, o quinto maior da Índia e local de origem de quase metade da população indiana que vive em território britânico.


Na sexta-feira, Boris Johnson deverá reunir-se em Nova Deli com seu homólogo indiano, Narendra Modi, com quem discutirá questões de interesse comum como a “defesa estratégica e relações diplomáticas e económicas”, com o objetivo de “aprofundar a colaboração e intensificar a cooperação de segurança no Indo-Pacífico”, adianta o governo britânico em comunicado.


Segundo a nota, o líder conservador aproveitará a visita para promover as negociações de um Acordo de Comércio Livre bilateral, que começaram no início deste ano, uma prioridade britânica após o `Brexit`.


O governo britânico estima que um acordo com a Índia poderia aumentar o comércio total do Reino Unido até 28 milhões de libras (cerca de 34 milhões de euros) anualmente até 2035.


“Quando enfrentamos ameaças à nossa paz e prosperidade por parte de Estados autocráticos, é vital que as democracias e os amigos permaneçam juntos”, afirmou Boris Johnson sobre a viagem.


“A Índia, como uma grande potência económica e a maior democracia do mundo, é um parceiro estratégico muito valioso para o Reino Unido nestes tempos incertos”, acrescentou.


Boris Johnson queria que a sua primeira viagem internacional depois de chegar ao poder, em 2019, fosse à Índia, mas a visita teve que ser adiada várias vezes devido à pandemia.



Source link

By Author

Leave a Reply

Your email address will not be published.