Festival das Artes QuebraJazz arranca no sábado em Coimbra



O evento, que junta dois festivais que se realizavam em separado (Festival das Artes e QuebraJazz), vai ter como palcos principais o anfiteatro Colina de Camões, na Quinta das Lágrimas, na margem esquerda do Rio Mondego, e a escadaria Quebra Costas, na margem oposta.


O Castelo de Montemor-o-Velho, o Grémio Operário de Coimbra, as Escadas de São Tiago e o Edifício Chiado, na Baixa de Coimbra, são outros dos espaços onde irão decorrer alguns dos eventos previstos na presente edição.


O programa arranca no sábado, com um concerto no Quebra Costas, com a Orquestra de Jazz da Escola Artística do Conservatório de Música de Coimbra.


Para os primeiros dias do festival, estão previstos, entre outros, concertos dos americanos Black Heritage Choir (segunda-feira), com um espetáculo em torno do álbum “Amazing Grace”, de Aretha Fanklin, e dos três músicos de jazz flamenco Carles Benavent, Tino Di Geraldo e Jorge Prado (terça-feira).


A apresentação do novo disco do trio de Mário Laginha, “Jangada”, um espetáculo musicado de declamação pela atriz de Catarina Wallenstein de “A Mensagem”, de Fernando Pessoa, um concerto do sexteto Nelson Cascais, ou a passagem de jovens solistas da italiana Accademia Teatro Alla Scala, de Milão, são outras das propostas.


Pelo festival, passam ainda Kiko Pereira & Big Band Estarreja, a Orquestra Filarmónica Portuguesa, a Orquestra Gulbenkian e a Orquestra Clássica do Centro.


A partir de 29 de julho e até 27 de agosto, todas as sextas-feiras e sábados, haverá concertos de jazz na escadaria do Quebra Costas, na Alta de Coimbra.


No festival, há ainda propostas na área da gastronomia e de teatro infantil a pensar nos mais novos.


A programação completa pode ser consulta aqui: www.quebrajazz.pt e www.festivaldasartes.com.



Source link

Leave a Reply

Your email address will not be published.