Atletismo Mundiais. Liliana Cá na final do disco


A lançadora natural do Barreiro, de 35 anos, assegurou um lugar entre as 12 finalistas com a 11.ª marca da qualificação, na segunda-feira, com um arremesso de 61,41 metros.

A partir das 18h30 locais (2h30 de quinta em Lisboa), Liliana Cá vai tentar confirmar o estatuto de quinta classificada no ranking mundial, com 63,62 metros como melhor marca do ano – longe do seu recorde nacional de 66,40.

US Remote Software Jobs

No quinto dia dos 18.ºs campeonatos do mundo, em Eugene, nos Estados Unidos, Cátia Azevedo vai voltar à pista do estádio Hayward Field para disputar a primeira série das semifinais dos 400 metros, a partir das 18h45 locais (2h45 de quinta em Lisboa).

A velocista de Oliveira de Azeméis foi repescada para esta fase com o 15.º tempo das eliminatórias, ao cumprir a volta em 51,55 segundos, mantendo como objetivo melhorar o recorde nacional de 50,59, que estabeleceu em 2021.

Antes, às 16h51 (00h51 de quinta) a jovem Mariana Machado, de 21 anos, a mais nova atleta da delegação portuguesa, estreia-se em grandes competições na segunda série das meias-finais dos 5.000 metros.

A atleta bracarense parte sem expectativa de grandes resultados, preferindo encarar Eugene2022 como uma recompensa e uma oportunidade de ganhar experiência para lutar por melhores resultados no futuro.



Source link

Leave a Reply

Your email address will not be published.