Aos 86 minutos, o treinador dos bávaros Julian Nagelsmann decidiu trocar Kingsley Coman e Tolisso pelos suplentes Sule e Sabitzer, mas um deles, o francês Coman, não se apercebeu que tinha de sair do relvado e a partida foi reatada.

Passados vários segundos, o árbitro Christian Dingert, alertado pelo VAR, suspendeu o encontro, que esteve interrompido durante vários minutos, mas decidiu deixar terminar a partida, que o Bayern Munique venceu por esclarecedores 4-1.

“Foi um pouco confuso, o número errado foi exibido (pelo quarto árbitro) para tirar Coman. São erros que acontecem, mas não há nada que afete a honestidade do jogo”, considerou Nagelsmann sobre a situação.

Ainda assim, segundo os regulamentos da Bundesliga, no caso de o Friburgo apresentar queixa, o Bayern Munique vai averbar uma derrota administrativa.

Em vésperas do duelo da primeira mão dos quartos de final da Liga dos Campeões, com o Villarreal, Goretzka abriu o marcador para os bávaros, aos 58 minutos, mas a equipa da casa empatou pouco depois (63) pelo recém-entrado Nils Petersen.

O avançado Serge Gnabry, que tinha entrado em jogo um minuto antes, colocou de novo os visitantes em vantagem (73), tendo o francês Kingsley Coman ampliado a vantagem aos 82 minutos, e Sabitzer fechado a contagem já em tempo de descontos, aos 90+6.

O Bayern Munique, que procura o 10.º título consecutivo, soma 66 pontos, mais nove do que o Borussia Dortmund, que é segundo e que foi hoje goleado em casa com o Leipzig, também por 4-1.



Source link

Leave a Reply

Your email address will not be published.