Liverpool volta a colar-se a Manchester City após vencer dérbi de Merseyside


A ideia de dérbi transfigurou as duas equipas, o Liverpool para pior, e o Everton, que tem sido ‘presa’ fácil na Liga e luta para fugir à despromoção, para melhor, com os ‘toffees’ a resistirem até à hora de jogo.

O Liverpool, que teve o internacional português Diogo Jota a titular, melhorou na segunda parte, mais fiel ao que é capaz, e, sobretudo com a entrada de Origi, que esteve nos dois golos e mereceu os beijos do treinador Juergen Klopp no final.

No primeiro, combinou com Salah e este cruzou para Robertson, ao segundo poste, fazer o 1-0, aos 62 minutos, e aos 85, foi Origi, também de cabeça, a fazer o 2-0, após um remate acrobático do ex-portista Luis Díaz.

O triunfo mantém o Liverpool praticamente ‘colado’ ao líder Manchester City, com cinco jogos para disputar por cada um, apesar de se ter cumprido a 34.ª jornada e tendo em conta que ambos têm um jogo em atraso, da 33.ª.

No sábado, o City também tinha cumprido os objetivos, ao golear em casa o Watford, por 5-1.

Do dérbi de hoje, confirmou-se também a queda do Everton para a zona de despromoção, com os ‘toffees’ a terem 29 pontos, menos dois do que o Burnley, mas com a vantagem de terem menos um jogo efetuado.

Mais cedo, o Burnley tinha vencido na receção ao Wolverhampton, por 1-0, com uma vitória que acabou por ser um ‘balão de oxigénio’, enquanto a equipa do português Bruno Lage desperdiçou a aproximação aos lugares europeus.

A derrota dos ‘wolves’ manteve a equipa a três pontos do West Ham, sétimo e no último lugar europeu, depois de os londrinos terem perdido hoje com o Chelsea no dérbi da capital, em Stamford Bridge (1-0).

Aproveitamento na ronda teve no sábado o Arsenal, que ao vencer em casa o Manchester United (3-1), subiu ao quarto lugar de ‘Champions’, posição em que se manteve, face ao empate do Tottenham em casa do Brentford (0-0), com os ‘spurs’ a descerem para quinto.



Source link

Leave a Reply

Your email address will not be published.