Em St. James’ Park, Wood foi determinante, já que o penálti, aos 72 minutos, castigou uma falta sofrida pelo próprio avançado da Nova Zelândia, derrubado pelo guarda-redes José Sá, quando se isolara.

O lance ainda foi visto pelo VAR, mas o árbitro confirmou que não havia fora de jogo e validou a grande penalidade. Em sentido inverso, anulara na primeira parte um golo de Wood, justamente por fora de jogo.

José Sá foi um dos cinco portugueses em ação no Wolverhampton, acompanhando João Moutinho, Trincão, Fábio Silva e Pedro Neto.

Sem Ruben Neves, Podence e Jimenez, lesionados, os ‘wolves’ estão menos eficazes no plano ofensivo e o jogo de hoje foi bom exemplo disso, com o ‘sonho europeu’ a ficar mais comprometido.

Com uma carreira irregular nas últimas jornadas, o Wolverhampton está no oitavo lugar com 49 pontos, a dois pontos do sexto lugar do West Ham, que tem um jogo a menos.

O Newcastle, que vinha de uma série de três derrotas, sobe ao 14.º lugar, com 34 pontos.



Source link

Leave a Reply

Your email address will not be published.