“Não é segredo para ninguém: representar o meu país é sempre um momento muito especial para mim. Elevar bem alto o nome de Portugal, levar alegria e orgulho a todos os portugueses, mostrar aos nossos jovens que não há impossíveis. Acreditem em nós, acreditem na nossa seleção. Tudo faremos para corresponder ao vosso apoio”, escreveu Ronaldo na sua página oficial da rede social Instagram.

Há dois dias, na mesma rede social, o avançado de 37 anos admitiu que o caminho para Portugal chegar ao próximo Campeonato do Mundo, que vai decorrer em novembro e dezembro no Qatar, “não será fácil”, mas garantiu que vai “lutar” para colocar a equipa das ‘quinas’ no seu “devido lugar”.

“Sabemos que o caminho não será fácil, temos o máximo respeito pelos adversários que vamos enfrentar e que partilham dos mesmos objetivos que nós. Mas, juntos, vamos lutar para colocar Portugal no nosso devido lugar”, disse o jogador do Manchester United.

Portugal e Turquia jogam na quinta-feira, a partir das 19:45, no Estádio do Dragão, no Porto, em encontro das meias-finais do caminho C dos ‘play-offs’ europeus de acesso à fase final do Mundial2022, que será dirigido pelo alemão Daniel Siebert.

Quem vencer este duelo recebe, na terça-feira (29 de março), o vencedor do embate entre Itália e Macedónia do Norte, que também se defrontam na quinta-feira, em Palermo. Se Portugal passar, volta a ser anfitrião no Dragão.

Portugal procura a oitava presença em Mundiais, e quinta consecutiva, depois de 1966, 1986, 2002, 2006, 2010, 2014 e 2018, enquanto os turcos tentam apenas a terceira, após 1954 e 2002.



Source link

Leave a Reply

Your email address will not be published.