Numa declaração conjunta depois de uma reunião que decorreu esta tarde, por videoconferência, que contou com a presença de Zelensky, os líderes dos sete países mais industrializados do mundo assumiram também o compromisso de intensificar uma campanha contra as elites russas que apoiam Vladimir Putin.

A reunião do G7 foi marcada para hoje, véspera das celebrações do Dia da Vitória, na Rússia, grupo do qual fez parte até 2014, altura em que foi expulsa por ter anexado a Crimeia ao território russo.

Rent Your Home

CodeCult Creative Business Agency