No Estádio Municipal de Braga, os “arsenalistas” vão tentar encarrilar a segunda presença da sua história nas “meias”, repetindo 2010/11, perante uns escoceses frente aos quais caíram, com duas derrotas, nos 16 avos da edição 2019/20.

Os comandados de Carlos Carvalhal não são favoritos, mas não o seriam igualmente perante qualquer das outras seis equipas presentes dos “quartos”, todas de países do “top 5” europeu, e também já não eram nos “oitavos”, com o Mónaco.

Os minhotos ultrapassaram, porém, os gauleses (2-0 em casa e 1-1 fora), depois de já terem superado o Sheriff no “play-off” de acesso aos “oitavos”, no desempate por penáltis, e o objetivo ‘meias’ está muito longe de ser uma missão impossível.

No ensaio geral para o duelo da primeira mão, o Sporting de Braga mostrou o seu bom momento, ao bater em casa o Benfica por 3-2, num embate em que permitiu aos encarnados recuperar de 2-0 para 2-2, mas, depois, logrou, ainda assim, chegar à vitória.

Um golo do avançado Vítor Oliveira, vulgo “Vitinha”, aos 79 minutos, selou o triunfo dos “arsenalistas”, que seguem no quarto lugar da I Liga portuguesa, com 52 pontos, mais seis do que o quinto (Gil Vicente) e menos nove do que o terceiro (Benfica).

Pelo contrário, o Rangers chega com a pior das “ressacas”, depois de ter perdido em casa com o rival Celtic, num jogo em que até começou a ganhar, com um tento de Aaron Ramsey, reforço de inverno de luxo proveniente da Juventus.

Os católicos lograram, no entanto, dar a volta ao resultado ainda na primeira parte (1-2), o que lhes permitiu aumentar de três para seis pontos a vantagem sobre os comandados de Giovanni van Bronckhorst na liderança do campeonato escocês.

…há dois anos

A formação de Glasgow não vai chegar, assim, no seu momento mais feliz a Braga, onde há dois anos selou o apuramento para os oitavos de final, ao vencer por 1-0, com um tento de Ryan Kent, já depois de ter triunfado por 3-2 em casa.


Os escoceses, então comandados por Steven Gerrard, passaram com dois triunfos, e um total de 4-2, mas os “arsenalistas”, liderados na altura por Rúben Amorim, chegaram a liderar na Escócia por 2-0, com tentos de Fransérgio e Alan Ruiz.

Desta vez, o segundo jogo é no Ibrox Stadium, pelo que o Sporting de Braga precisa de ganhar vantagem em Braga: se o fizer, fica desde logo próximo de fazer história, pois, após 12 triunfos no primeiro jogo, nunca foi eliminado das taças europeias.

…há 11 anos

Há 11 anos, na primeira presença nos “quartos” da Liga Europa, o Sporting de Braga passou pelo desempate por golos fora – fórmula de desempate extinta esta época pela UEFA -, ao empatar 0-0 na receção ao Dinamo Kiev, após um 1-1 na Ucrânia.

Na segunda presença, em 2015/16, a história foi diferente, já que os também ucranianos do Shakhtar Donetsk venceram os dois encontros, por 2-1 em Braga e por 4-0 em Lviv.

Nas meias-finais, o vencedor do embate entre Sporting de Braga e Rangers mede forças com Leipzig ou Atalanta.

Os encontros da primeira mão realizam-se na quinta-feira, a partir das 20h00 (em Lisboa). A segunda mão joga-se em 14 de abril.



Source link

By Author

Leave a Reply

Your email address will not be published.