Boris Johnson nomeia novos ministros das Finanças e da Saúde após demissões


O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, entregou a pasta das Finanças a Nadhim Zahawi, que até agora era o ministro da Educação, substituindo Rishi Sunak, que renunciou ao cargo em protesto à liderança de Johnson.



Steve Barclay também foi confirmado como novo ministro da Saúde, substituindo assim Sajid Javid, que renunciou ao cargo juntamente com Sunak, esta terça-feira.
Barclay abandona assim o cargo de chefe de gabinete de Boris Johnson. Por sua vez, Michelle Donelan, até agora ministra das universidades, foi nomeada ministra da Educação. Donelan sucede, assim, a Nadhim Zahawi.

Zahawi e Javid entregaram esta terça-feira a carta de demissão devido à nomeação para o Governo de Chris Pincher, um político acusado de assédio sexual. Os responsáveis pelas pastas da Educação e da Saúde criticaram a liderança de Johnson, que inicialmente afirmou que desconhecia as acusações contra Pincher, mas mais tarde veio dizer que sabia mas não se lembrava e por isso o nomeou. As demissões foram apresentadas poucos minutos depois de o primeiro-ministro britânico ter apresentado um pedido público de desculpas pela nomeação de Pincher.

Este é mais um escândalo a juntar aos vários que têm manchado a imagem de Boris Johnson nos últimos meses, nomeadamente o caso “Partygate”, referente às festas em Downing Street durante o período de confinamento no Reino Unido. Os inúmeros escândalos levaram, inclusivamente, Johnson a ser alvo, há um mês, de uma moção de censura levantada pelo seu próprio partido.

Até agora, Zahawi e Javid foram os únicos dois ministros do gabinete de Boris Johnson a renunciar, mas não é ainda claro se haverá mais demissões em Downing Street.



Source link

Leave a Reply

Your email address will not be published.