Espanha. Somam-se cinco cartas armadilhadas, incluindo uma a Pedro Sánchez


A Polícia Nacional informou a Audiência Nacional (tribunal espanhol com jurisdição sobre todo o território do país) sobre o envio de um envelope com material pirotécnico ao primeiro-ministro, Pedro Sánchez, que foi detetado e neutralizado pelos serviços de segurança da Presidência do Governo.

A interceção da carta ao chefe do Governo aconteceu a 24 de novembro, segundo um comunicado do Ministério da Administração Interna de Espanha, que fala num “envelope com material pirotécnico”.

CodeCult Creative Business Agency

“O envelope e o seu conteúdo são similares aos recebidos esta quarta-feira na Embaixada da Ucrânia em Madrid e na sede em Saragoça da empresa Instalaza, assim como um quatro envio intercetado esta madrugada na Base Aérea de Torrejón de Ardoz (Madrid)”, lê-se no comunicado do Governo espanhol.



A quarta carta armadilhada chegou hoje à base aérea de Torrejón de
Ardoz, perto de Madrid. A informação foi avançada à agência noticiosa
espanhola EFE por fontes da investigação, segundo as quais pelas 03h00
locais (02h00 em Lisboa), a base aérea militar notificou as forças de
segurança da existência de um envelope suspeito endereçado à Central de
Satélites
.


Os respetivos protocolos de segurança foram imediatamente ativados, enquanto a Polícia Nacional assumiu a análise do envelope, tendo determinado, após análise ao raio-X, que poderia conter “algum tipo de mecanismo” semelhante aos dois intercetados quarta-feira.

A Polícia Nacional espanhola já estava a avaliar se há uma ligação entre a carta enviada à embaixada ucraniana em Madrid, cuja deflagração feriu um funcionário, e a recebida mais tarde no mesmo dia pela fábrica de armas de Zaragoza Instalaza.

O Tribunal Nacional espanhol indicou que está a investigar pelo menos o primeiro caso como crime de terrorismo, enquanto o Ministério do Interior decidiu reforçar a segurança e proteção da Embaixada da Ucrânia.




Fontes policiais e do Governo citadas pelos meios de comunicação social espanhóis referem um quinto envelope, detetado esta quinta-feira no correio enviado ao Ministério da Defesa.



c/ agências



Source link

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *