Exército ucraniano apela à revelação das moradas de militares ocupantes e colaboracionistas


Num comunicado deste sábado, o Departamento de Inteligência do Ministério da Defesa da Ucrânia apelou a que a população da cidade de Enerhodar, ocupada pelas tropas russas desde o início da guerra, lhe transmitam a localização de aquartelamentos das forças ocupantes e de moradas dos colaboracionistas ucranianos.


Pode ler-se no comunicado: “Por favor dêem-nos a conhecer com urgência a localização exacta das bases de tropas ocupantes e os endereços das suas residências … os locais de residência da equipa de comando”. Além disso, são pedidos detalhes sobre “os colaboracionistas locais que passaram para o lado do inimigo”, incluindo os seus locais de trabalho e residência, bem como sobre “as pessoas que ‘simpatizam’ com os ocupantes”.

US Remote Software Jobs


O comunicado pede também informações sobre as rotas usadas pelas tropas russas para fazerem chegar equipamento militar a Enerhodar e indica o WhatsApp ou o Signal como apps aconselháveis para transmissão dessas informações.


A cidade de Enerhodar, situada no sul da Ucrânia, onde também se situa a importante central nuclear de Zaporizhzhia, encontra-se ocupada por forças russas desde março. Em maio, um atentado que o Kremlin rotulou de “terrorista” feriu o governador da cidade nomeado pelas autoridades de ocupação. Pouco tempo depois, na também ocupada região de Kherson um funcionário pró-russo foi morto num atentado. Já em julho, e na mesma região, o chefe dos serviços prisionais foi ferido num atentado à bomba contra o seu carro.



Source link

Leave a Reply

Your email address will not be published.