Esta peça de saramago foi dedicada à atriz Luzia Maria Martins, que lhe encomendou uma obra, mas que foi inicialmente recusada pelo autor. Mais tarde Saramago concordou fazer a obra mas com algumas regras muito especificas.