Está agora nas mãos do governo britânico aprovar a ordem de extradição.