Dezenas de comandantes de bombeiros querem escusa de responsabilidade


O passo é dado depois dos fogos, em Pedrogão Grande, no ano de em 2017. Os comandantes querem evitar possíveis novas situações de risco grave.

O comandante de bombeiros de Pedrógão Grande pode ser condenado por 63 crimes de homicídio no caso das mortes nos incêndios, nesse ano. Estão também em causa 44 crimes de ofensa à integridade física.

A Liga de Bombeiros Portugueses já pediu reuniões com o Governo e com o Presidente da República.

António Nunes, presidente da Liga dos Bombeiros Portugueses, fala de uma situação “potencialmente lesiva” para as associações e comandantes de bombeiros, que não podem ser responsabilizados em certos contextos.



Source link

Leave a Reply

Your email address will not be published.