Liga dos Campeões. Ancelotti diz que Real Madrid não pode depender apenas do “coração”


“Vão defrontar-se duas equipas com muita qualidade, mas distintas. Para atingir as meias-finais, final ou ganhar a ‘Champions’ não basta ter coração”, advertiu o técnico italiano, em conferência de imprensa relativa ao jogo da segunda mão das ‘meias’, marcado para quarta-feira (20:00), em Madrid.

O Real Madrid foi batido em Manchester por 4-3, na primeira mão, num jogo em que esteve a perder três vezes por dois golos de diferença, mas conseguiu levar para Espanha uma derrota tangencial, muito por força do ‘bis’ do avançado francês Karim Benzema, melhor marcador da prova, com 14 remates certeiros.

CodeCult Creative Business Agency

“Há aspetos como a qualidade individual e o compromisso coletivo, que também são necessários para chegar à final. Mostrar apenas uma parte destas características não é suficiente para se ter sucesso. Não podemos ganhar apenas com o coração e o empurrão do Bernabéu”, reforçou.

Ancelotti referia-se ao apoio dos adeptos ‘merengues’, que foi importante nos oitavos de final, na receção ao Paris Saint-Germain, que o Real Madrid venceu por 3-1, com um ‘hat-trick’ de Benzema, depois de ter estado em desvantagem e de ter perdido na primeira mão por 1-0, em França.

Nos quartos de final, após um prometedor triunfo por 3-1 em Londres, a equipa madrilena chegou a estar a perder por 3-0 com o Chelsea na partida da segunda mão, no estádio Santiago Bernabéu, mas marcou dois golos – o último por Benzema, no prolongamento – e apurou-se para as ‘meias’.

“Temos um desafio importante, uma grande oportunidade de jogar outra final da ‘Champions’. Sabemos as dificuldades que nos esperam, mas estamos muito confiantes. A eliminatória está em aberto, temos uma pequena desvantagem, da qual queremos recuperar”, assinalou Ancelotti, que conduziu o Real Madrid ao título europeu em 2014, numa final disputada no Estádio da Luz, em Lisboa, diante do Atlético de Madrid.

O treinador do recém-sagrado campeão espanhol confirmou a ausência do central Alaba, devido a uma lesão muscular, e a sua substituição por Nacho Fernández, para um jogo que o médio croata Luka Modric qualificou de “o mais importante da época”.

“Temos qualidade, caráter e também joga a história deste clube, que ganhou muitos jogos importantes, é o que tem mais títulos na ‘Champions’ e isso tem muita influência. Sabemos o que temos de fazer no Bernabéu, com o apoio dos nossos adeptos. É isso que nos torna tão fortes”, sustentou Modric, que está a cumprir a 10.ª temporada ao serviço dos ‘merengues’.

O médio advertiu que o Real Madrid “nuca se rende” e manifestou “total confiança em virar a eliminatória” a favor da sua equipa, lembrando que em Manchester marcou três golos, apesar de não ter efetuado um bom jogo: “Amanhã [quarta-feira], temos de jogar melhor e estou certo de que o vamos fazer”.



Source link

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *