Helena Carreiras lembrou que, aquando da discussão do Orçamento do Estado para 2022 (OE2022), já explicou as taxas de execução da LPM, mas, “logo que possível e que seja possível agendar”, irá regressar ao parlamento.