Saviano Abreu, porta-voz da ONU, contou aos enviados especiais da RTP que muitos idosos se tem despedidos dos netos, nos últimos dias, com a evacuação de Mariupol, recusando-se a abandonar as suas casas e a cidade onde vivem.