Numa reunião sobre a situação económica do país, o presidente russo afirmou mesmo que são os países do Ocidente que estão a sentir o impacto das sanções que decretaram.